Nós precisamos de uma web melhor

Em março de 2019, a World Wide Web completa 30 anos com grandes desafios. Enquanto metade da população mundial ainda não está on-line, para a outra metade os inegáveis benefícios da web parecem vir com muitos riscos inaceitáveis: a nossa privacidade, a nossa democracia, e até mesmo a nossa saúde mental.

No início de novembro, durante o Web Summit, em Lisboa, Tim Berners-Lee lançou uma Carta Magna para a Web, uma tábua de direitos e deveres. Berners-Lee, inventor da World Wide Web, pede que usuários, governos e empresas se comprometam com uma série de princípios.

Governos devem:

garantir acesso à internet para todos, sem restringir nenhum ambiente online, respeitando o direito à privacidade.

Companhias devem:

fazer com que seja possível acessar a rede a preço justo; respeitar privacidade e dados pessoais; desenvolver tecnologias que estimulem os melhores aspectos da humanidade e desafiem os piores.

Cidadãos devem:

criar e colaborar com conteúdo para a web; construir comunidades fortes nas quais a dignidade humana e a civilidade imperem; lutar por uma web aberta.

nós? O que podemos fazer #fortheweb?

 

Novas economias vão ditar as estratégias das organizações

Rosa Alegria é futurista profissional. Prever tendências, bem como orientar empresas na criação de novos produtos e serviços, que atendam as necessidades e expectativas de...

5 filmes sobre sustentabilidade e meio ambiente

Sexta-feira chegou e você procurando algum filme para assistir. Que tal aproveitar o embalo da semana em que celebramos o Dia Mundial do Meio Ambiente (05/06) e conferir algumas...

Solidariedade para um mundo melhor

Apesar da rotina atribulada, Queila Hauschild, executiva de contas da Nós da Comunicação, vem encontrando tempo livre para modificar a vida dos outros, a sua e fazer a...