70 ANOS EM DEFESA DA VIDA

Em 10 de dezembro de 1948, a Organização das Nações Unidas promulgava a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Como afirma matéria especial na página do Senado Federal, “era uma resposta imediata às atrocidades cometidas nas duas guerras mundiais, mas não só isso. Era o estabelecimento de um ideário arduamente construído durante pelo menos 2.500 anos visando a garantir para qualquer ser humano, em qualquer país e sob quaisquer circunstâncias, condições mínimas de sobrevivência e crescimento em ambiente de respeito e paz, igualdade e liberdade”.

Seus 30 artigos compõem a base de todas as leis contemporâneas que defendem os direitos essenciais de todo o ser humano, como o direito à vida, à integridade física, à livre expressão e à associação, sem qualquer distinção de raça, cor, sexo, religião ou visão política.

Um projeto incrível, e que Nós adoramos, é o do coletivo Mutirão –  Direitos Humanos 70 anos –, que ilustra a Declaração Universal dos Direitos Humanos pelas mãos de 30 artistas de todo país: 30 artistas, 30 cartazes, 30 direitos. Confira no site www.direitoshumanos70anos.com ou no Instragram @mutiraorecife.

Marcas inovadoras precisam ser de verdade

Recente paródia do Porta dos Fundos sobre Branding coloca o processo de gestão da marca como ‘gourmetizador’ para os produtos e serviços da empresa.  No vídeo,...

Por uma cultura da inovação

Olhar para a inovação sob a ótica da gestão para a criação de valor, e não sob a ótica de ‘geração de custos’, talvez ainda seja o principal desafio que os gestores...

Comunicação para salvar vidas

Com o conceito criativo “É aí que mora o perigo”, a Nós da Comunicação criou para a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee) e suas 43...