Nós precisamos de uma web melhor

Em março de 2019, a World Wide Web completa 30 anos com grandes desafios. Enquanto metade da população mundial ainda não está on-line, para a outra metade os inegáveis benefícios da web parecem vir com muitos riscos inaceitáveis: a nossa privacidade, a nossa democracia, e até mesmo a nossa saúde mental.

No início de novembro, durante o Web Summit, em Lisboa, Tim Berners-Lee lançou uma Carta Magna para a Web, uma tábua de direitos e deveres. Berners-Lee, inventor da World Wide Web, pede que usuários, governos e empresas se comprometam com uma série de princípios.

Governos devem:

garantir acesso à internet para todos, sem restringir nenhum ambiente online, respeitando o direito à privacidade.

Companhias devem:

fazer com que seja possível acessar a rede a preço justo; respeitar privacidade e dados pessoais; desenvolver tecnologias que estimulem os melhores aspectos da humanidade e desafiem os piores.

Cidadãos devem:

criar e colaborar com conteúdo para a web; construir comunidades fortes nas quais a dignidade humana e a civilidade imperem; lutar por uma web aberta.

nós? O que podemos fazer #fortheweb?

 

Economia criativa com impacto visual, social e ambiental

Uma das empresas que se destaca no Brasil por ter toda sua estrutura baseada na economia criativa, a Insecta Shoes é um bom exemplo a ser seguido. Para falar sobre o ciclo de...

Solidariedade para um mundo melhor

Apesar da rotina atribulada, Queila Hauschild, executiva de contas da Nós da Comunicação, vem encontrando tempo livre para modificar a vida dos outros, a sua e fazer a...

Best Não Tão Seller: um blog que amamos

Você já leu um livro tão sensacional que quis papear sobre ele, com um desconhecido, na fila do supermercado? Já comprou mais livros do que seria capaz de ler no ano? Já fez...